Eu sinto falta dela, mas ela tem um namorado

Eu também sinto falta da minha irmã eu mais ela nós somos os Caçula sempre nós fomos muitos íntimo um do outro mas ela não era sua irmã ela era irmã que qualquer irmão gostaria de te nós fazemos sexo a mais 4 anos eu sinto tanta falta dela depois que ela casou e se mudou para casa do marido dela. Mas se tem uma coisa que eu sempre falo para os meus amigos, e que preciso te dizer agora é: aproveite muito a sua mãe enquanto tem. Dê valor, carinho e amor pra ela. A minha mãe já brigou ... Sinto falta de como o meu namorado era antes, hoje em dia ele não é mais nada romântico. Incomodada com o amigo gay do meu namorado Estamos há 5 anos juntos, ele me trata bem mas não faz questão de me ver. O que eu faço? Sinto falta desse diálogo com o meu 'namorado'... Ele é um namorado maravilhoso, sempre que tem um tempo me liga ou quando não tem tempo da um jeito, me trata super bem, pensa em casar comigo e tal mas eu me sinto tão sozinha preciso dele do meu lado. Eu entendo tudo que ele está passando e sei que ele me ama mas doi muito vive. E todos os dias, sentimos falta um do outro. Mas não ligamos um para o outro. Eu me perguntei por que não falávamos com mais frequência, e até perguntei a ela sobre isso uma vez. Por que não ligamos com mais frequência se sentíamos tanto a falta um do outro, perguntei a ela uma noite. Aparentemente, * de acordo com minha namorada ... Mas eu nem me sinto no direito de reclamar disso porque sempre que eu planejei algo, ele faz um esforço pra conseguir tempo para mim. Eu fico em dúvida se isso é um processo normal de relacionamentos, ou se é um sinal de alerta que talvez não seja tão bom assim porque eu sinto que é meio cedo para estar sentindo falta das coisas. Só que já tive contato a um tempo atrás com ele, sem demonstra interesse disse que tinha namorado, conversamos mais um pouco e logo encerrei a conversa, depois disso ele não me proucurou mais pra conversar, faço postagem e tudo pra ver se consigo chamar atenção dele e tal.. e nada eu realmemte tenhl namorado mais sentir falta dele falar ...

Ajuda para aqueles que tem ansiedade...

2020.09.18 10:52 TiaSayu Ajuda para aqueles que tem ansiedade...

Yo mina, Daijobu deska? *ೃ˚
Hoje falarei sobre um tema que me atormenta assim com muitas pessoas diariamente. Espero que esse texto ajude alguém que nessa pandemia, anda sofrendo com o dobro das reações desse distúrbio.
AVISO: Se caso você sofre com este problema e níveis descontrolados POR FAVOR, procure por profissionais para se auto-ajudar. Não tente sobre HIPÓTESE alguma tomar medicamentos por conta própria e nem usar métodos não convencionais. Sempre consulte o seu psiquiatra ou médico sobre suas dúvida, e se cuide da maneira correta.
Bilhetinho: Espero com que este texto seja fonte de muito apoio para aqueles que sofrem disto, um guia para aqueles que querem ajudar alguém que sofre. Espero que, de alguma maneira, posso ter sido útil na vida de alguém e ter alegrado o seu dia ♥
Vamos para o textinho︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶
Bom... Para aqueles que desconhecem a ansiedade é algo comum e todos estão sujeitos a senti-la. No entanto, a ansiedade é uma doença subjacente (Que não se manisfesta claramente) somente quando os sentimentos se tornam excessivos, obsessivos e interferirem na vida cotidiana da pessoa, em resumo: ''A Ansiedade é um termo geral para vários distúrbios que causam nervosismo, medo, apreensão e preocupação exagerada. ''
A ansiedade que estou citando é mais do que o comum do qual estamos habituados. Está além da empolgação de ir se apresentar em uma entrevista de emprego ou comparecer no primeiro encontro; Tal circunstância pode se agravar com traumas ou com problemas persistentes na vida de alguém, e os sintomas são duradouros e limitadores, o que atrapalham a vida desta pessoa.
Os principais sintomas que podem acontecer são:
Para ajudar ou se auto-ajudar, é necessário entender esses pontos e procurar conversar ou se entender. Procurar as fontes e raízes desta ansiedade e tentar muda-las para amenizar os efeitos. E é para isto que existem os profissionais e pessoas que podem te dar esse suporte durante uma crise.︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀
Conselhos importantes:;
Para aqueles que querem ajudar alguém que sofre com isto, é necessário entender algumas coisas cruciais... E entender em si o que é a Ansiedade e os seus tipos.
1- A coisa mais importante é se ter PACIÊNCIA.~ A pessoa já está sofrendo com diversos pensamentos a mil por hora, mal conseguindo conter as próprias emoções e atos. Tenha cautela ao se referir e agir, qualquer erro pode dar a entender que a pessoa afetada só está incomodando e atrapalhando a vida dos outros (E vai por mim, isso vai piorar em 1000%)
Tente conversar, ajude-a se acalmar, converter os pensamentos negativos. Incentive fazer algo divertido ou diferente, algo que vá distrai-la e alegra-la. Dê amor, carinho e seja compreensivo. Evite Julgar, apontar erros e defeitos.

2- Seja compreensivo.~ Tenha em mente de que aquela pessoa que sofre de ansiedade, não tem controle sobre os próprios pensamentos e emoções. Evite fazer mistério e joguinhos de adivinhação, assim como botar medo ou pressão. Além de ser algo completamente irritante para qualquer um, para um ansioso ele ficará bem mal e aflito. Ex:;
'' Preciso te contar algo, mas só posso contar amanha'' ou ''Estamos atrasados. Se apresse!''
Faça isso e é uma noite que você rouba desta pessoa. Enquanto a você dorme tranquila, o ansioso fica acordado, pensando em tudo que é possível e o impossível para adivinhar o tema do assunto ou se cobrando por ter feito melhor.Então por favor, não faça estas brincadeiras de mal gosto, prometendo e adiando coisas, isso faz um mal que só o ansioso entende.Entenda que nossa cabeça funciona a mil por hora, diferente das demais pessoas:Ex:;
Pessoa normal: ''Ata certo, tenho que fazer isto e pronto..''
Ansioso: Tá eu tenho que fazer isso... Perai, será que eu desliguei o gás? ESSA NÃO, SE A CASA EXPLODIR VAI SER MINHA CULPA, PESSOAS VÃO MORRER E A CULPA SERÁ MINHA. Mas.... Será que eu tranquei a porta?... E SE ALGUÉM INVADIR MINHA CASA E FAZER TAL COISA.
(Vai por mim, isso não vai acabar tão cedo. Então por favor, tenha consciência)

3- NUNCA, SOBRE HIPÓTESE NENHUMA, JULGUE. EVITE TOTALMENTE DAR TRANCOS: Como dito, a sensação de estar incomodando é constante. Pensamos que a pessoa nos abandonará, ou que estamos fazendo mal a ela ou atrapalhando a vida dela, nos sentimos inferiores e sempre estamos nos menosprezando. Há casos que até mesmo, o ansioso termina um relacionamento bacana apenas por pensar que ele é incapaz, que o seu conjunge não o(a) suporta e nem gosta dele(a).
E realmente, há pessoas que julgam.Falam que somos muito complicados, que estamos fazendo drama ou teatro, nos evitam para não ter alguém ''enchendo o saco'', e que nos afastamos por ser pessoas ''falsas''. Houve até comentários na minha vida, de pessoas aconselharem a opção de término de um namoro, pois deduziam que a menina estava distante, que ela estava traindo e estava sendo seca de proposito.
NÃO! Nos isolamos e nos afastamos por achar exatamente que estamos fazendo algum tipo de male. Jamais julgue ou se deixe elevar por opiniões alheias. Tente conversar e entender, não vá se precipitando. No final, se caso isso tenha força, só sofreremos ainda mais.
4- Ouça mais e seja sincero: Se a pessoa finalmente conseguir desabafar, a escute até o fim. E se ela hesitar por medo ou insegurança, acalme-a e prossiga. Na maioria das vezes, elas só querem ser ouvidas e não receber conselhos (A não ser que ele(a) peça). E o mais importante, não finja falsa sinceridade, não dê essa expectativa falsa, além de ser uma ato bem babaca, isso só mostra que no fim, você não estava preocupado e nem interessado em ajudar de fato, que só fez por mera educação.
5- Convide-o(a) para dar uma volta: Se possível no momento, convide-o para uma volta. Caso a pessoa aceite, converse e tente distrai-la e acalma-la, fazer atividades talvez, fazer alguma coisa bacana. Gastar a energia em uma caminhada ajuda bastante (Bom, pelo o menos para mim ajuda)
6- NUNCA, JAMAIS OFEREÇA BEBIDAS ALCOÓLICAS: É serio, em crises a pessoa pode associar a bebida como um escape. AI meu filho, ficará difícil faze-la abandonar.
7- E por ultimo. Não diminua isto: Ansiedade é algo que precisa de atenção, assim como a depressão. É algo que afeta a vida de alguém de forma profunda, sendo motivo de vários suicídios e problemas graves nas famílias. Não a trate como algo banal e sem importância, é algo que precisa de atenção e empatia.
︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀
Conselhos para aqueles que Tem a ansiedade e querem uma mãozinha para amenizar os efeitos ♥
1- Pratique alguma atividade física.Dança, artes marciais, ginastica... Qualquer coisa! Isso, além de dar uma animada e fazer bem para a saúde, ajuda a distrair a mente e ''descontar o estresse''. É um ótimo incentivo.
2- Meditação: Se é algo que me ajudou muito nas minhas crises, é a meditação. Ouvir uma musica calma, controlar a respiração, fechar os olhos e relaxar o corpo. É uma boa pedida e AJUDA muito numa crise.
3- Ouvir musicas favoritas: Como uma ansioso precisa descontar sua energia, desconte dançando ou curtindo uma musica de preferência. Isso ajuda e MUITO, nem que seja necessário repetir a musica diversas vezes ou cantar junto.
4- Mantenha uma alimentação top: Sim, até a comida influência. Evite comidas muito gordurosas em certos horários do dia. Os hormônios podem ser nossos inimigos após alimentação.
5- Desconte em seus Hobbies ou descubra novos Hobbies: Nada melhor do que fazer o que a gente gosta, nestes momentos o Faça! Isso pode ajudar durante uma crise e vai distrair sua mente para focar neste Hobby.
6- Pense ao contrario de tudo!: Se realmente está difícil de suportar a crise e nada está ajudando, Alimente boas sensações. De todos os pensamentos negativos converta para os bons. Ex:;
"'Droga eu teria conseguido se eu tivesse feito tal coisa... Não, eu dei o meu melhor e sei que estão orgulhosos de mim. Vou me esforçar mais para que na próxima eu não comenta o mesmo erro. ''
''Ain... Ela falou tão mal de mim... Por que? O que eu fiz?... Não! Há pessoas que me ama do jeitinho que eu sou, e se essas pessoas que são importantes para mim me amam pelo o que eu sou e amam minha aparência, então eu acredito nelas e que se dane o resto!.
Isso é psicológico, não e deixe levar pelos os próprios julgamentos e não se castigue! ♥
7- Procure se amar e se auto entender, reconheça que todos podem errar, e que errar não é algo ruim. Aprender com os erros é melhor do que aprender com os acertos. Se caso você errar com alguma coisa, não se abale! Se valorize e reconheça que você é incrível e que há pessoas que adoram o eu jeitinho.︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀

Minha experiencia: Sofro de ansiedade, fruto por parte da minha mãe e traumas vindo da época do fundamental/colegial. Meus dias são difíceis e parecem somente piorar. Minha crises são graves e preciso de ajuda na maioria das vezes, tomo medicamentos para ajudar nos sintomas que, muitas vezes, funciona. O sentimento de angustia é algo que realmente machuca, algo que não me dá paz e me faz ter pânico quase por três dias inteiros.
Quando meu namorado está comigo, me ajudando e me dando suporte e amor é algo muito bom. Me sinto muito bem e sinto que melhoro e evoluo demais a cada crise, é importante entender a existência dessas pessoas na nossa vida e de como isso ajuda a evoluir nosso ser. Já fui muito julgada, abandonada, criticada e realmente, são coisas que apenas pioram minha vida. Mas sigo lutando e espero ajudar outras pessoas como eu o aquelas que tem a boa intenção de ajudar estas pessoas.
Enfim, espero que tenham gostado e ter realmente ajudado alguém ♥
submitted by TiaSayu to desabafos [link] [comments]


2020.09.15 03:47 Initial_Name85703 estou travando uma batalha interna cmg mesmo,

hi, tenho 17 anos e sinceramente eu não tenho mais forças pra continuar desse jeito.
meu teclado está horrivel mas tá ficando entalado e ...
desde cedo eu sempre fui uma criança muito tímida e em mais sensivel que as outras crianças, nunca fui de ter muitos amigos e eu realmente invejava todos que tinham muitos amigos, até amigos próximos q tinham muitos amigos antes de completar 14 anos minha mãe descobriu um cancer de mama, e pra ser bem sincero a vida vai desgastando com todo mundo, eu hj estou sem forças pra ajudar mimnha mãe, sou muito,muito apegado a ela mas eu senti muita saudade do que eu não vivi na minnha infancia, vontade de jogar bola. ter muitos amigos, sair pra beber cokm meus outros amigos adolescentes e com 15 anos eu arranje uma namorada que foi e [é bastante apoiada pelos meus pais (meu pai teve uma familia antes de nós e o filho mais velho dele é gay, isso sempre fragilizou o meu pai, apesar dele amar bastante ele) então era bastante incrivel, perdi minha virgindade com ela e vie e versa, mas na virada do ano de 2019 eu descobri q ela tinha me traido com outra pessoa, no desespero pra não ficar sozinho e voltar a ser eu mesmo, eu perdoiei, passando uns meses eu descobri outra, e outra, e outra que eu confirmei só recentemente, já trai ela, dps q eu descobri isso mas isso relamente não é pra mim,k enfim.
ela passava ferias inteiras cmg em casa e pela saude debilitada da minnha mãe ela sempre cuidou dela, bem mais que de mmim, no inicio de 2020 na virada do ano ela simplismente surtou e me fez passar um mico na frente dos meus familiares e eu passei por isso.
enfim, no inicio da quarentenaq ela veio passsar a quarentena cmg e foi muio bom, mas começou a ficar insuportavel a pessoa dela cmg, em uma noite nós estavamos conversando a luz das elestreas e ela perguntou sobre "se eu tinha vontade de fazer sexo a 3" disse que tinha curiosidade e tal mas foi isso,então ela passou semanas tentando convencer alguem a fazer isso conosco( ela é assumidamente bi) nunca liguei anto apesar da curiosidade, enfim cheou o dia 11 de julho era aniversario do meu avô em outra cidade e no´s fomos, chegando lá eu comecei a beber com os meus amigos e princicpalemnte o meu irmão, mas em um momento minha prima me chamou pra passsar batom nela pra nós irmos sozinhs pro quarto.
bom nesse ponto eu preciso voltar alguns anos pra contextualizar, eu namorava uma garota e ela era de outra cidade meu pai trabalhava fora então ele traza ela sempre q pode, não era um namoro assumido e era bem estranho mas nós estavams, mas minha namorada era muito próxima da minha prima, muito mesmo então eventualmente eu descobri q elas estavam ficando :)
ela namorava o primo da minha namorada ( game of thrones ) e um dia ela sumiu, e eu descobri q ela tinha traido o meu primo com outro cara, então eu me fiquei muito ruim, contei pro meu melhor amigo na epóca e ele espalhou a conversa, mas o namorado dela nunca soube
voltando, enquanto caminhava eu olhei pra tras e vi minha namorada vindo atrás de nós, soube, eu já imaginava oq ela queria, entrei no quarto e minha prma ficou de olhos fechados sentada eu olhei pra trás e ela estava no quarto me encarando quase me pedindo, então eu dei um beijo na minha prima, ela olhou pra minha namorada e elas comecaram a se agarrar na minha frente, minha namorada não disse nada mas minha prima dizia coisas como "tua boca e tão macia" "voces parecem sex education"e ela esfregava minha namorada então minha namorada diz "enfia.."eu exitei por um momento e ea pediu denovo e eu fiz, minha prima pediu pra parar e nós paramos, nos despedimos dali mas eu fui atras dela pra pedir desculpas e ela me ignorou e minha namorava pouco se importava, ela ficou com nó por um tempo e depois foi embora, no outro dia e fui na casa dela fazer outras cosas e eu aproveitei pra conversar melhor e ela disse q era melhor nós deixarmos esse assunto pra lá, viemos embora e na segunda feira eu encontro no twter dela ela dizendo q tinha sido estuprada por nós ,conou q tinha sido a força,etc...
poucos minutos dps minha mãe já sabia e enfim apartir dali meu mundo mudou, eu queria me defenderm mas eu não podia de jeito nenhum, ninguem me escutava, mnha mãe ligou pra cpnversar com ela pra saber de todo ocorrido mas eu não tava em casa tinha saido pra jogar volei, e o dia se passou, no outro dia meu pai levou minha namorada embora e eu fiquei só, minha mãe conversou com a minha prima por ligação e wwp,e no whatsapp ela escreveu" tia eu só fiz isso pq na epóca da #### eu estava me envolvendo com uma pessoa e ele simplismente contou pra todo mundo então eu queria q elesenisse como eu me senti" no tiwtter pouco tempo dps ela já estava debochado da situação "nâo vou denunciar #### mas eu vou destruir a vida social dele igual ele fez cmg :)" na verdade eram bem mas emojis de shitpost, e pra qualquer pessoa q se interessase ela contava a historia de debochava da situação, pouto tempo dps ela percebeu q tava falando algumas coisas dms e ela excluiu as postagens mas já havia se passado alguns dias e eu já tinha printado muitas coisas,minha famiia se duvidiu mas n durou muito lgo todo mundo estava do lado dela e com razão, não sou mais do tipo de ser merecedor de pena, ela disse q não queria mais falar do assunto e etc... passado um mes desde q eu tinha sido'CANCELADO" ela contou pra uma pessoa muito importante pra mim e eu publiquei o maximo q eu pud no meu tt tentando me defender, mas a essa altura eu já falava com umas 3 pessoas, ele ficaram irritados pq eu ainda falava daquele assunto e desde então tem sido ainda mais dificil sem eles, a mãe dela é umapessoa muito extrovertida com o resto da familia do tio q paga grades e grades de cerveja, enquanto nós somos bem mais reservados então naturalmente ele ficaram do lado dela,por causa do tratamento e traumas passados mamae tem depressão e por causa de tudo issso a depressão dela agravou e e la tentou e matar, mas nós somos mais reservados, soubemos puco tempo dps q ela tbm tinha tentado de se matar mas esssa n foi a °1 vez q ela tentou ela já disse no tt q já havia tentado se matar 60 vezes, e eu sei oq é querer morrer, desistir de tudo, se eu tentar me matar vai ser só a 1° tentativa e só mas ninguem se importaria ninguem quer ewscutar a minha versão e eu fico muito triste pq ninguem, ninguem sente falta de mm, me deixa arrasado pq quqando eu conto parece q isso é culpa da minha namorada mas eu sinto tanta falta dela, me deixca triste pq não é a 1° vez q ela difama alguem aleatoriamente, ela diz que odeia o cunhado dela por ser toxico,mas, toxico pq? não tem explicação o cara não sai nem do meo do mato, me sinto trise pq eu acho q tenho depressão mas eu acho tbm q seria desulmilde da minha parte achar isso assim, tbm repudio completamente assedio abuso estupro, tudo, tusdo issso e jogam um fardo desses ma minha costa, eu sinceramente não me matei pq é a minha mãe quem precisa de mim, eu simplismente odeio odeio odeio ela, e sinto muito se ela tiver depresssão mas eu não me importo mais , ela fez tudo isso e esperou o momento pra acabr cmg e ela conseguiu e ninguem vai querer simplismente abraçar minha causa, tbmme sinto horrivel pq parece que eu s´penso em im, mas toda vez q eu lembro disso me dá um peso mo meu peito. desculpa mãe mas eu não fiz isso.
submitted by Initial_Name85703 to desabafos [link] [comments]


2020.08.29 16:45 joaopfgomes Me sinto sem perspectiva

Me sinto sem nenhuma perspectiva de melhorar meu bem estar.
Em fevereiro terminei meu relacionamento, e isso acabou ocasionando um forte desânimo em mim, obviamente procurei formas de me cuidar e investir em mim, porém não obtive sucesso.
Vivo em uma das menores capitais do BR, então aqui todos se conhecem (inclusive tem um lema que para viver aqui você precisa ter maturidade suficiente para sentar numa mesa com sua namorada, sua ex namorada e o namorado dela que provavelmente é ex da sua atual namorada).
Era difícil cortar relações principalmente numa cidade pequena, uma hora ou outra você acaba encontrando a tal pessoa, então nos resolvemos.
Porém me sinto mal ao ver como ela lidou com a situação e eu não lidei, minha ex namorada é uma ótima cantora local que investiu pesado na carreira após o término, com divulgação e networking, e apesar de eu saber que números em redes sociais não são tudo e podem mentir, eu fiquei impressionado em como ela cresceu em pouquíssimos meses.
Ela se tornou uma pessoa que eu considero bem mais notável e relevante, eu por outro lado, me sinto estagnado.
Investi em meus estudos e tive resultado, fiz alguns cursos e me adiantei na faculdade, porém isso não me animou ou me alegrou.
Meu trabalho não me dá alegria apesar de ser um algo tranquilo, e também não sei em que poderia trabalhar pra me sentir bem, honestamente nenhuma área profissional me atrai, apesar de eu achar algumas coisas interessantes.
Procurei investir na minha auto estima e no meu corpo também, planejo fazer mais algumas tatuagens e comecei a academia (apesar de possuir um porte físico atlético desde criança), também nada disso funcionou.
Tenho alguns projetos com alguns amigos que possuem potencial, porém não tenho motivação ou paciência para fazê-los e lidar com os baixos números de um começo (que todo negócio ou ideia obrigatoriamente passam)
A única coisa que me causa bem estar é jogar futebol, jogo peladas de Fut7 e salão sempre que possível, e apesar de ser considerado muito talentoso, fico alimentando a ideia de que isso nunca irá me levar a lugar nenhum, estou com 21 anos já e fui dispensado das categorias de base de um grande clube brasileiro, e depois disso não tive mais motivação para tentar novamente, sinto que não tenho mais chance.
Eu sinto muita falta de me sentir alguém relevante, ou com o mínimo de influência, mas parece que estou fadado a definhar vivendo uma vida medíocre, além de que tudo isso é potencializado pela forma que a minha cidade é, vejo amigos e pessoas próximas progredindo (como minha ex), e isso faz com que eu me sinta cada vez mais estagnado
submitted by joaopfgomes to desabafos [link] [comments]


2020.08.01 01:40 SnooDonkeys6386 Me ajudem aqui com minha situação por favor kkk

Pessoal, vou escrever aqui no anonimato pq tenho um pouco de vergonha disso e ainda não sei como lidar com algumas coisas.
Eu namoro um cara quase um ano já, e tenho muito ciumes dele, parece que eu não supero as mina que ele ficou, pq ele mantem contato com elas (talvez seja falta de maturidade minha :/ não tenho certeza. ) que ele fico me comparando, me sentindo diminuida mesmo ele sempre me ajudando e me botando pra cima e me apoiando em tudo, e eu sou muito ciumenta mesmo, tento lidar com isso e quero muito que esse sentimento horrivel passe, tem umas situações que eu não sei como agir, não sei se sinto ciumes por besteira, não sei se to certa ou to paranóica.
Teve essa situação que aconteceu esses tempos, meu namorado precisava de um teclado, o dele quebrou e era da empresa, ai ele ia pegar emprestado de uma mina que trabalha com ele que ele já ficou, e ela ainda se apaixonou por ele (isso tudo aconteceu bem na época do começo do nosso namoro, ele me contou tudo ) ai ele perguntou se eu gostaria que ele não fosse por que ele viu que eu fiquei mel bad e tal mesmo ele falando que era só um teclado, ele teria que ver a mina que nem conversava e eu não vi motivo pra ele falar com ela e pegar emprestado JUSTAMENTE dela (ela é a pessoa mais próxima dele que teria um teclado pra emprestar, trabalham na mesma empresa e tal). É essa a minha dúvida, eu não sei se o que eu fiz foi certo, acho que só fui sincera com ele sobre como eu me sentia em relação ao que ele ia fazer mas eu fico me questionando se não to errada
Bom é isso, as vezes tenho umas situações assim, não querendo que ele tenha contato com as meninas que ele pegava antes e realmente morro de ciumes e nao vejo motivo mesmo sendo passado pq volta e meia vem mina mandando DM pra ele falando que ta com saudades e tal e as vezes ele nem responde elas, da parte dele eu sei que não vem nada, mas as mina que ele pegava antes ainda querem (ou pelo menos isso ta na minha cabeça não sei).
Não sei se isso tudo pareceu bobo, pouca maturidade, mas eu realmente to querendo sempre lidar com isso melhor querendo muito me importar menos com esse tipo de coisa chata.

e se forpra continuar falando tenho muitas duvidas ainda que mds mas por hj ta bom
submitted by SnooDonkeys6386 to desabafos [link] [comments]


2020.08.01 01:24 SnooDonkeys6386 Me ajudem aqui rapidão com meus ciúmes por favor, pra ver se sou doida ou certa não sei kkkk :s

Pessoal, vou escrever aqui no anonimato pq tenho um pouco de vergonha disso e ainda não sei como lidar com algumas coisas.
Eu namoro um cara quase um ano já, e tenho muito ciumes dele, parece que eu não supero as mina que ele ficou, pq ele mantem contato com elas sem intenção nenhuma (talvez seja falta de maturidade minha :/ não tenho certeza. ) e eu fico me comparando, me sentindo diminuida mesmo ele sempre me ajudando e me botando pra cima e me apoiando em tudo, e eu sou muito ciumenta mesmo, tento lidar com isso e quero muito que esse sentimento horrivel passe, tem umas situações que eu não sei como agir, não sei se sinto ciumes por besteira, não sei se to certa ou to paranóica. Eu também sou muito insegura mesmo ele sempre me botando pra cima.
Teve essa situação que aconteceu esses tempos, meu namorado precisava de um teclado, o dele quebrou e era da empresa, ai ele ia pegar emprestado de uma mina que trabalha com ele que ele já ficou, e ela ainda se apaixonou por ele (isso tudo aconteceu bem na época do começo do nosso namoro, ele me contou tudo ) ai ele perguntou se eu gostaria que ele não fosse por que ele viu que eu fiquei mel bad e tal mesmo ele falando que era só um teclado, ele teria que ver a mina que nem conversava e eu não vi motivo pra ele falar com ela e pegar emprestado JUSTAMENTE dela (ela é a pessoa mais próxima dele que teria um teclado pra emprestar, trabalham na mesma empresa e tal). É essa a minha dúvida, eu não sei se o que eu fiz foi certo, acho que só fui sincera com ele sobre como eu me sentia em relação ao que ele ia fazer mas eu fico me questionando se não to errada
Bom é isso, as vezes tenho umas situações assim, não querendo que ele tenha contato com as meninas que ele pegava antes e realmente morro de ciumes e nao vejo motivo mesmo sendo passado pq volta e meia vem mina mandando DM pra ele falando que ta com saudades e tal e as vezes ele nem responde elas, da parte dele eu sei que não vem nada, mas as mina que ele pegava antes ainda querem (ou pelo menos isso ta na minha cabeça não sei).
Não sei se isso tudo pareceu bobo, pouca maturidade, mas eu realmente to querendo sempre lidar com isso melhor querendo muito me importar menos com esse tipo de coisa chata
submitted by SnooDonkeys6386 to relacionamentos [link] [comments]


2020.07.22 00:22 sonic_star_2 só queria amor verdadeiro bicho :c

sla, nos últimos dois dias eu tava raciocinando aq, refletindo sobre meus namoros e amizades, e sla cara, eu sinto q nunca fui amado de verdade mesmo por alguém, sla. Eu sempre gostei de algumas meninas, mas sempre era rejeitado, nunca dava em nada, e eu via elas gostando de outras pessoas e ficava sla tipo "Poxa, qq eu n tenho q eles tem? ;-;", mas eu nunca me preocupei muito com isso, só q de uns dias pra cá eu venho ficando meio triste por causa disso, ver os meus amigos com suas namoradas e ver q eles tão super felizes juntos, agora pouco mesmo eu vi o status no whatsapp da namorada de um amigo meu dela postando coisa dos dois, e tipo, os dois parecem se gostar muito, e isso é recorrente, não é só com eles, é com tipo, 80% dos meus colegas tlgd. Qnd eu vejo essas coisas eu fico ao mesmo tempo feliz e triste, feliz pq eu adoro amor, eu fico tranquilo e feliz por eles qnd eu vejo q as 2 pessoas se amam e combinam, eu fico feliz vendo meus amigos com as namoradas deles e vendo q a coisa tá fluindo bem, e tal (inclusive com casais de filme de romance eu sinto a msm coisa ;-; Sing Street é o apice até hj ;-;), só q ao msm tempo eu fico triste pq eu nunca achei uma "namorada como a deles", basicamente todos meus relacionamentos foram curtos e/ou uma bosta, só se salva no máximo uns 2, tanto por que não tinha química e tal entre a gnt, ou pq deu merda no namoro q tava indo tão bem (visto meus posts antigos), ou por que a garota não gostava realmente de mim. Sla, vendo tds meus amigos com as namoradas deles que realmente tem carinho por eles, são fofinhas, atenciosas, postam coisa sobre eles, e eu sempre senti falta disso nos meus relacionamentos... Eu só queria uma menina que quando eu tivesse triste chegasse e perguntasse se eu tava bem, uma garota que tem disposição, me chamasse pra fazer as coisas, tivesse o mesmo animo q eu tenho, pq sla, tds meus relacionamentos parece q eu tinha q conquistar a pessoa, inclusive qnd elas msm me pediam (q foram no máximo umas 2 vezes por sinal).
Eu só queria ter alguém que fosse carinhosa, que eu realmente gostasse, e que ela realmente gostasse de mim, que fizesse as mesmas coisas que as namoradas dos meus amigos fazem que eles se sentem especiais, pq eu sempre fui carinhoso com todas elas, mas o contrário eu nunca consegui experimentar, sla, nunca me senti amado de verdade com ngm. Meus pais falam q do jeito q eu sou bonito eu posso escolher qm eu quiser, mas eu sei q n é assim q funciona as coisas, pra mim é super difícil arranjar alguém... Inclusive uns 4 dias atrás eu conversei sobre me sentir meio estranho por esses dias, e ela falou q provavelmente é falta de alguém que gosta de mim, falta de uma namoradinha pra conversar e tal, lá no fundo até ela sabe vei q eu n consigo ngm ;-; e ninguém nunca gostou realmente de mim, tds estavam interessados em outras pessoas e tal, eu to chorando, desculpa, eu só queria alguém que me visse como especial, eu só queria completar a vida de alguém, igual os meus amigos, eu queria alguém que fizesse tanto por mim quanto eu faço pra ela, ou inclusive mais, sla, eu to falando com umas pessoas diferentes e tal, mas fica num chove-não-molha e sla, parece q se eu for ficar com alguma delas vai ser a msm coisa, Eu q vou ter q conquistar elas pra dps ficar nisso de sla, eu ter q agradar e dps de um tempo td acabar e ver q n era amor de verdade e tal. Só queria alguém q sla, n sou só eu que preciso ficar mandando coisa, inventando assunto, fazendo carinho, enquanto ela só recebe, eu queria uma namorada igual dos meus amigos, que é tão carinhosa quanto eles, e dá pra ver, eles n tem vergonha de andar de mão dada em público por exemplo, nem de assumir que se amam. A vontade que dá é de só desistir, apagar todos os meus contatos que eu to falando agora e só sumir, parar de tentar, meus amigos mais proximos pelo menos são quem deixa minha sanidade no chão, e enquanto eu tiver eles eu sei q eu vou ter um porto seguro, isso as vzs me leva a pensar q qnd eu to com eles eu não preciso de mais ninguém, eu me sinto completo com eles, eu sei que eles são meus amigos, mas sla, se eles fossem pessoas q eu gostasse, e compartilhassem do msm sentimento q o meu, e fossem garotas (pq eu sou hétero), seria a coisa mais perfeita do mundo. Por esses dias inclusive eu entrei no omegle de noite e uma garota gaúcha de 17 anos tava mt triste com o namorado dela pq ela desconfiava q tava sendo traida, e q ele tratava ela meio mal, até o ponto que ela me perguntou "Mano, me explica por favor, por que vocês, homens, não gostam de meninas chiclete? que perguntam como você tá, que pensam em ti toda hora e estão apaixonadas? meu namorado ameaça me deixar por isso", a única coisa que passou na minha cabeça na hora foi "COMO QUE UM FDP DESSES FAZ ISSO COM UMA MENINA SUPER GENTE FINA COMO ELA? KRL, TUDO ISSO Q ELA FALOU Q ELE ODIAVA É TUDO Q EU MAIS QUERIA, PQP". Aiai, vou pegar um lenço pra limpar minhas lágrimas ;-
submitted by sonic_star_2 to desabafos [link] [comments]


2020.06.22 03:20 Joao-Leao-277 Fiz minha namorada cortar relações com o melhor amigo dela (podem julgar e dar conselhos)

Olá a todos!
Bom, em 2017 eu comecei a namorar uma garota, conheci ela numa festa de aniversário de uma amiga e lá mesmo nós percebemos que rolou um clima entre a gente, infelizmente ela era de São paulo capital e eu do interior desse mesmo estado, começamos a namorar a distancia depois de alguns meses, gastávamos em média uns 400 reais sempre que iriamos nos ver.
Enfim, depois de algum tempo no relacionamento nós decidimos trocar as senhas dos nossos facebooks (não foi por falta de confiança nem nada, e eu apenas dei minha senha pra ela, nunca exigi que ela faça o mesmo, mas ela fez voluntariamente), então eu não me aguentei e fui ver a conversa dela com esse amigo, eu já sabia que ela gostava muito dele no passado e já chegou a querer namorar com ele, por isso não resisti e fui olhar a conversa deles, a principio era tudo normal, até eu chegar um pouco mais afundo no chat, me deparei com várias insinuações sexuais da parte dele, mas o que me machucou foi ver que muitas vezes ela retribuía, e as vezes ela mesma tinha a iniciativa, além dessas insinuações eu vi que ele tratava ela muito mal, xingando e desrespeitando, xingamentos pesados que acabavam com a autoestima dela, mas pra ele era ''brincadeira''.
Foi ai então que eu não me aguentei e liguei pra ela de madrugada, mostrei os prints das conversas entre eles, disse que me senti traído( eles nunca se viram pessoalmente só tinham amizade pela internet, apesar de ser oito anos de amizade ele nunca quis encontrar ela, a casa deles ficavam mais ou menos umas 3h de viagem pegando ônibus e metro), mesmo que as insinuações sexuais fossem só virtuais, eu ainda fiquei muito abalado e confrontei ela dizendo que ela deveria escolher entre namorar comigo e ser amiga dele, ela me disse que as conversas que eu vi eram de meses atrás (de fato eram, mas ela passou no minimo dois meses no começo do nosso namoro falando essas coisas com ele) e que eles não tinham mais aquele tipo de conversa e que eu não posso fazer ela abandonar um amigo só porque eu quero porque assim eu seria um namorado controlador, mas eu disse que ela também não poderia me obrigar a namorar com ela, e que enquanto ela tivesse relações com pessoas como aquele cara que fazia mal pra ela, eu não ficaria com ela, ela chorou muito, mas decidiu ficar comigo, bloqueou ele em todas as redes sociais, ele tentou falar comigo mas eu não dei bola.
hoje em dia a gente tem um bom relacionamento, eu demorei pra parar de ficar triste com ela, e até hoje ainda tenho essa cicatriz, mas eu sinto que ela me ama muito e eu também a amo.
enfim, eu fui o babaca por ter feito ela terminar a amizade com o melhor amigo?
submitted by Joao-Leao-277 to desabafos [link] [comments]


2020.06.21 23:32 Joao-Leao-277 Fui babaca por fazer minha namorada cortar totalmente o contato com seu melhor amigo?

Olá a todos!
Bom, em 2017 eu comecei a namorar uma garota, conheci ela numa festa de aniversário de uma amiga e lá mesmo nós percebemos que rolou um clima entre a gente, infelizmente ela era de São paulo capital e eu do interior desse mesmo estado, começamos a namorar a distancia depois de alguns meses, gastávamos em média uns 400 reais sempre que iriamos nos ver.
Enfim, depois de algum tempo no relacionamento nós decidimos trocar as senhas dos nossos facebooks (não foi por falta de confiança nem nada, e eu apenas dei minha senha pra ela, nunca exigi que ela faça o mesmo, mas ela fez voluntariamente), então eu não me aguentei e fui ver a conversa dela com esse amigo, eu já sabia que ela gostava muito dele no passado e já chegou a querer namorar com ele, por isso não resisti e fui olhar a conversa deles, a principio era tudo normal, até eu chegar um pouco mais afundo no chat, me deparei com várias insinuações sexuais da parte dele, mas o que me machucou foi ver que muitas vezes ela retribuía, e as vezes ela mesma tinha a iniciativa, além dessas insinuações eu vi que ele tratava ela muito mal, xingando e desrespeitando, xingamentos pesados que acabavam com a autoestima dela, mas pra ele era ''brincadeira''.
Foi ai então que eu não me aguentei e liguei pra ela de madrugada, mostrei os prints das conversas entre eles, disse que me senti traído( eles nunca se viram pessoalmente só tinham amizade pela internet, apesar de ser oito anos de amizade ele nunca quis encontrar ela, a casa deles ficavam mais ou menos umas 3h de viagem pegando ônibus e metro), mesmo que as insinuações sexuais fossem só virtuais, eu ainda fiquei muito abalado e confrontei ela dizendo que ela deveria escolher entre namorar comigo e ser amiga dele, ela me disse que as conversas que eu vi eram de meses atrás (de fato eram, mas ela passou no minimo dois meses no começo do nosso namoro falando essas coisas com ele) e que eles não tinham mais aquele tipo de conversa e que eu não posso fazer ela abandonar um amigo só porque eu quero porque assim eu seria um namorado controlador, mas eu disse que ela também não poderia me obrigar a namorar com ela, e que enquanto ela tivesse relações com pessoas como aquele cara que fazia mal principalmente pra ela, eu não ficaria com ela, ela chorou muito, mas decidiu ficar comigo, bloqueou ele em todas as redes sociais, ele tentou falar comigo mas eu não dei bola.
hoje em dia a gente tem um bom relacionamento, eu demorei pra parar de ficar triste com ela, e até hoje ainda tenho essa cicatriz, mas eu sinto que ela me ama muito e eu também a amo.
enfim, eu fui o babaca por ter feito ela terminar a amizade com o melhor amigo?
submitted by Joao-Leao-277 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.21 23:21 Joao-Leao-277 Fui babaca por fazer minha namorada cortar totalmente o contato com seu melhor amigo?

Olá a todos!
Bom, em 2017 eu comecei a namorar uma garota, conheci ela numa festa de aniversário de uma amiga e lá mesmo nós percebemos que rolou um clima entre a gente, infelizmente ela era de São paulo capital e eu do interior desse mesmo estado, começamos a namorar a distancia depois de alguns meses, gastávamos em média uns 400 reais sempre que iriamos nos ver.
Enfim, depois de algum tempo no relacionamento nós decidimos trocar as senhas dos nossos facebooks (não foi por falta de confiança nem nada, e eu apenas dei minha senha pra ela, nunca exigi que ela faça o mesmo, mas ela fez voluntariamente), então eu não me aguentei e fui ver a conversa dela com esse amigo, eu já sabia que ela gostava muito dele no passado e já chegou a querer namorar com ele, por isso não resisti e fui olhar a conversa deles, a principio era tudo normal, até eu chegar um pouco mais afundo no chat, me deparei com várias insinuações sexuais da parte dele, mas o que me machucou foi ver que muitas vezes ela retribuía, e as vezes ela mesma tinha a iniciativa, além dessas insinuações eu vi que ele tratava ela muito mal, xingando e desrespeitando, xingamentos pesados que acabavam com a autoestima dela, mas pra ele era ''brincadeira''.
Foi ai então que eu não me aguentei e liguei pra ela de madrugada, mostrei os prints das conversas entre eles, disse que me senti traído( eles nunca se viram pessoalmente só tinham amizade pela internet, apesar de ser oito anos de amizade ele nunca quis encontrar ela, a casa deles ficavam mais ou menos umas 3h de viagem pegando ônibus e metro), mesmo que as insinuações sexuais fossem só virtuais, eu ainda fiquei muito abalado e confrontei ela dizendo que ela deveria escolher entre namorar comigo e ser amiga dele, ela me disse que as conversas que eu vi eram de meses atrás (de fato eram, mas ela passou no minimo dois meses no começo do nosso namoro falando essas coisas com ele) e que eles não tinham mais aquele tipo de conversa e que eu não posso fazer ela abandonar um amigo só porque eu quero porque assim eu seria um namorado controlador, mas eu disse que ela também não poderia me obrigar a namorar com ela, e que enquanto ela tivesse relações com pessoas como aquele cara que fazia mal principalmente pra ela, eu não ficaria com ela, ela chorou muito, mas decidiu ficar comigo, bloqueou ele em todas as redes sociais, ele tentou falar comigo mas eu não dei bola.
hoje em dia a gente tem um bom relacionamento, eu demorei pra parar de ficar triste com ela, e até hoje ainda tenho essa cicatriz, mas eu sinto que ela me ama muito e eu também a amo.
enfim, eu fui o babaca por ter feito ela terminar a amizade com o melhor amigo?
submitted by Joao-Leao-277 to EuSouOBabaca [link] [comments]


2020.06.17 10:33 Lariplush Achei que era romance Netflix mas virou novela mexicana.

Olá, Lubisco, editores, Jeans, convidados e turma que está a a ver,(rip papelões). Minha história é meio grande mas vou tentar resumir pra vcs. Essa história já tem uns anos que vem rolando mas só percebi recentemente, tudo começou em meados de 2016. Eu vim morar em uma cidade de interior bem pequena lá pra 2013 ou 2014, (ps: nasci em SP e cresci lá tem 7 ou 8 anos que estou aqui), logo que cheguei me engracei com um hetero e tivemos um relacionamento longo, logo não saia muito de casa era só rolê de casal mesmo (logo vao entender o pq). Em meados de 2016 eu e o boy estávamos brigados minha mãe não queria ver ele, então combinei com uma amiga de ir na única boate da cidade pra fingir que to no rolê com ela e sair com ele, antes de ir pra boate ficamos eu, minha amiga e meu amigo gay esperando o meu noivo na época chegar em um barzinho de frente. Quando chega um grupo de meninas, uma delas ficou me olhando fixamente e meu amigo disse que o gaydar dele tava apitando que ela me queria, sempre fui bisexual mas não dei muita importância na época pq tava focada no meu relacionamento com o boy que logo chegou e eu sai de lá. O tempo passou e em 2017 eu pra casar com boy estava terminando os estudos junto com ele, estudávamos a noite na mesma sala, chegando na sala nova me deparo com a garota esquisita de novo (Ps: na época não me lembrava que era a mesma do barzinho), sentávamos próximo a ela tipo do lado separados por um corredor. O boy que eu estava era extremamente tóxico (vivia em um relacionamento abusivo e nem sabia) brigava comigo por tudo e sempre riamos brigas feias na sala, e ela acompanhava tudo de perto. Um belo dia ele ficou encarando a menina dizendo “essa desgraça não desconfia? Culpa é sua que gosta de ficar chamando atenção por ai”, eu sem entender nada achei que era loucura da cabeça dele, no outro dia começei a reparar e vi uns sinais, mas permaneci acreditando que era loucura, nesse meio tempo fomos sorteados pra ganhar um curso pré vestibular. E adivinhem quem foi sorteadas? É isso ai eu e ela. Nos aproximamos durante esse curso que era junto com outras escolas, sentávamos juntas e brincávamos tava começando a sentir coisas diferentes, até que um dia ela foi com outra garota que nem era do curso pra lá, eu supus que era namorada dela (a mina tinha cara de mal) então esse dia sentei com grupo de amigas, eu andava com as blogerinha populares pq era modelo na época, depois que ela me viu com a turma ela sumiu do curso, (na época não achei que fosse por minha causa). Na escola ela faltava quase sempre e eu tbm e não nos falávamos porque o boy morria de ciúmes dela, trocamos umas msgs no face pra trocar matéria ela me chamou pra sair com amigos mas não fui. Vida seguiu ano acabou, anos se passaram. O boy abusivo começou a ser agressivo comigo e lá pra fim de 2018, um belo dia em casa viu minhas msgs do face e achou minha conversa com ela e surtou “vc disse que ia sair com ela? Ia escondida? Pra quem não meche no face entrou só pra responder ela?” E no meio da briga me agrediu. Dai eu dei um basta e separamos, meses se passaram e já tava até com outro boy. Veio a black friday de 2019 e eu e meu novo boy decidimos passar na Americanas a madrugada comprando besteira, na fila a minha frente tinha uma garota primeira amiga que fiz quando cheguei na cidade, tínhamos nos afastado com o tempo e aquele dia nos reaproximamos e marcamos uns rolês, no segundo rolê com essa amiga minha estávamos conversando sobre sexualidade e eu disse que era bi mas que daquela cidade nunca tinha tido interesse em nenhuma guria, exceto uma ela me perguntou como era, dai eu expliquei, dai ela disse “mentiraaaa” e a (vamos chamar de Arls) eu disse que sim ela disse “que tudo” e passou, isso foi no domingo, quando foi quarta-feira, adivinha quem me solicita seguir no insta? Poiseee, já logo perguntei oque minha amiga tinha falado. Ela mandou o print que dizia “minha amiga quer beijar sua boca” pra Arls, é amados essa vergonha eu passei a vista. Começamos a conversar eu me expliquei pra ela papo vai papo vem, ficávamos conversando durante horas e horas madrugadas e madrugadas, marcaram um rolê pra gente se vê, (eu já tinha largado o boy da época), e dai rolou nosso primeiro beijo no banheiro de um posto de gasolina com total de 90% de pressão das 20 pessoas em volta que eu conhecia apenas 2 ou 3 no máximo, (Ps: sou extremamente tímida pra mim foi muito difícil), as coisas foram indo, nós morávamos no mesmo bairro, chegou Natal (ai Natal), ela foi em casa com uma galera depois fim de noite fomos pra outro posto. Estava eu lá bem bebada doida, mas clima de casalzinho com ela e a galera. Adivinha quem chega no posto? Isso mesmo o boy tóxico, (esqueci de contar que depois do término antes desse Natal ele já tinha me ameaçando várias vezes e tentado passar em cima de mim com o carro várias vezes tenho testemunhas disso) eu vi, ela viu que eu fiquei nervosa (medo o nome mesmo) e sem saber que um dos motivos do meu término foi ela, me beijou na frente dele, e foi lindo pq eu queria mesmo que ele me deixasse em paz e com ela eu tava bem e feliz (por enquanto). Depois disso ele só me chegou muito por msg e sumiu. Eu pensei é isso, mas meus pais não sabiam que eu era Bi, e tudo era escondido na cidade pequena e ela sempre me vinha com papo de “fique com outras pessoas pq não quero me prender eu vou pegar geral tbm uhul ✌🏻” falei “suave suavao” tava na época de liberdade pós relacionamento abusivo e tals dai eu tinha uma pessoa pra cada dia da semana, era o Farls a Larls o Cals a Tals, e por ai vai, sempre tive muitos amigos e bebia quase todos dos dias (meus pais estavam se separando tbm estava em uma fase difícil), mas sempre dava preferência pra ela (se ela quisesse namorar de verdade abriria mão de tudo por ela), até que prece que ela começou a se incomodar, a amiga da black friday começou me dar uns toques “para de trair ela” e eu “gente não namora é isso que ela quer”, ela tentava me fazer ciúmes nos roles que iamos mas as guria davam em cima de mim e ela emburrava, (nunca fiquei com ninguém na frente dela, quando tava com ela era só ela), um dia perguntei pra ela se ela queria que eu parasse se isso incomodava ela, ela me disse que não é que era coisa da minha cabeça, e que ela não podia namorar pq já tinha uma web namorada. Ok, continuei nos roles curtindo como se não houvesse amanhã, ela começou a mudar comigo me tratar mal ficar estranha, já não nos falávamos mais as madrugadas e sempre com grosseria, dai parei com meus roles tentei ser mais presente sempre levava um chocolate quando ela estava triste, (eu sempre gostei dela fazia aquelas coisas pra não me apegar a alguém que eu achava que não me queria e tinha medo de me machucar de novo), mas as coisas foram ficando cada vez mais estranhas, quando eu ia pra lá ela não saia do celular conversando com umas guria, nunca senti ciúmes pq não me achei no direito já que não tínhamos nada mas parecia sempre que ela queria esfregar na minha cara. Fato é um belo dia ela pediu para sermos apenas amigas, não durou 3 dias tava na cama dela de novo, ai começou um briga e se pega de novo teve muita coisa nesse meio não vou contar tudo pra não ficar muito maior do que já ta, mesmo assim ainda acho que ela não gostava de mim. Tinha uma amiga de faculdade minha que pagava de hétero e nós pegávamos as vezes, quando comecei a ver que estava gostando de mais da Arls a Larls se reaproximou bastante de mim (até então a Larls era única menina da regiam que eu tinha me envolvido sentimentalmente mesmo) um belo dia eu postando stores com a Larls a Arls parou de me seguir, dai eu vi que tinha magoado ela e me senti um lixo, nesse dia eu vi que estava apaixonada (nunca disse isso a ela) mas não conseguia mas “dormir” com a Larls, logo ela viu isso é tbm me mandou ir atrás da Arls, dai pra frente amores foi meu desande e descordai. Tentei me reaproximar dela mas ela sempre grossa me cortava sempre tentava me afastar, de todo jeito possível, mas de alguma forma eu vez ou outra conseguia dobrar ela e era perfeito noites lindas que sinto falta. Isso durou meses ela nunca mudava sempre me rebaixando e webs namoradas e tentando fazer de tudo pra me magoar. Eu permaneci até um dia cansar, e tentar ficar com outra pessoa agora serio sem tudo isso, ela me viu com essa guria e me mandou foto mal, adivinha quem foi no outro dia atrás? É eu mesma, foi mais uma das noites bonitinhas e perfeitas parecia até que tinhamos “voltado” . Não durou muito depois disso voltou tudo, mas ela ainda me chamava pra ir ver ela as vezes, até que um dia bebada em rolê (nosso grupo de amigos é o mesmo), a conheci uma guria e fiquei foda-se tava magoada e tals, advinha se não chegou na Alrs? E ai só piorou tudo. Nunca tinha dito oque sentia por ela por ela me tratar mal não queria ser piada na roda de amigos esses dias pra trás eu bebada acabei falando oque eu sentia pra ela ela por sua vez, demonstrou pena e disse que tava web namorado a 3 dias e queria que isso dela desse certo (detalhe a gente tinha se beijado 40 minutos antes). Fiquei triste mas aceitei afinal já esperava que ela não gostasse de mim, final de semana fui na casa dela buscar minha guitarra (Ps: havia sonhado com meu ex boy abusivo e ela uma semana anterior a eu ir na casa dela a semana toda, morro de medo desse guri quero ele longe), e adivinha né fiquei mais doque devia dormimos juntas. E ela com vídeo chamada com a web mina dela seila oque, no outro dia de manhã ela me acorda dizendo que a prima da guria amiga dela que tinha adotado uns cachorros dela tava lá pra mostrar os filhotes, ela me disse pra não sair do quarto e eu perguntei porque, ela disse que tinha acabado de descobrir que o boy da menina era o meu ex boy doido. Ela fingiu demência e foi brincar com os dogs e eu fiquei em estado de choque dentro da casa “me deu crise de ansiedade e pânico” sozinha enquanto eles confraternizavam tranquilamente, eu sem bateria no cel e sem dinheiro pra ir embora. Ela entrou depois de um tempão e olhou nos meus olhos e me perguntou. “Tem certeza que ele te batia? Ele parece ser legal.” De todas as coisas que ela tinha me dito e feito essa foi a que mais me feriu, depois disso ficou do meu lado dizendo por video chamada sobre como queria chupar a web namorada, e a minha carona não chegava, (Ps: não moro mais perto dela tipo do outro lado da cidade) aqui não tem ônibus e mesmo que tivesse tava sem grana só cartao, aqui não tem uber nem os moto táxi não aceitam cartão e era domingo, ou seja tava presa ali, tudo aquilo tava me matando eu fui pro quarto dela escondida chorar tipo muito, até que ela me mandou msg pra me falar pra ir embora, disse que pagava e tudo que não me queria ali mais, meu celular acabou a bateria não consegui avisar quem ia me buscar que eu ia sair daí mas mesmo assim, levantei chorando peguei minha guitarra e atravessei a cidade toda com a guitarra nas costas chorando. Infelizmente ainda esqueci minha blusa lá e vim embora com a roupa dela. Minha carona meu amigo me achou na rua chorando ele tava desesperado tadinho, dai fiquei bad sumi de tudo whats, insta, durante uns 4 dias, (isso tudo foi no domingo) depois de um tempo voltei e no outro final de semana descobri que na terça-feira (dois dias que eu tava sumida de tudo) ela havia trocado de numero e na quinta me “silenciado” no Instagram, crente que eu ia atrás dela. Não fui,nem iria, nem vou, pois dessa vez eu fiquei muito magoada com oque escutei dela mesmo tendo ela visto tudo que viu e apesar de gostar muito dela é isso não passou até hj. Cansei disso tudo... Não vi mais ela depois disso tudo nem sei se verei (toda vez que nos víamos era um climão bizarro sempre acabava na cama dela ou atracada em um canto) por enquanto permaneço firme, mas magoada e com saudades ao mesmo tempo. Queria muito que tivesse dado certo mas enfim, gosto muito dela talvez ela nem saiba e nem vai saber se o Luba ler pq ela odeio YouTubers em geral então é isso. E ai eu fui a babaca?
submitted by Lariplush to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.16 09:38 V_de_derrota não to mais aguentando

Sinto que estou sozinha nesse mundo, faz 7 anos que perdi meu pai mas estou sofrendo toda a dor que eu não sofri na época por não entender e ser criança. Todo mundo está se afastando de mim sem eu ter feito nada, meus amigos só me procuram quando precisam ou quando acham que estão me ajudando mesmo eu falando que isso não ajuda e só piora. Me sinto trocada até pela minha mãe que todo dia me deixa sozinha e vai pra casa do namorado merda dela e na maioria das vezes dorme lá, não to muito afim de falar o pq ele é tão merda mas pra dar um breve exemplo das coisas que ele faz, ele bateu o carro dele no da minha mãe de propósito perseguido ela fora os celulares que ele quebrou. No momento estou numa fase muito ruim e me sinto um lixo, todos o dias penso em tomar remédios para morrer porém não quero causar dor a ninguém, principal a minha mãe. Tem horas que parece que estou esquecendo partes do meu pai e quando percebo eu me culpo muito pq eu não quero esquecer eu quero lembrar dele sempre, pq sinto muita falta dele, da presença dele, ele era um ótimo pai e morreu assassinado..... só queria que tivesse sido eu
submitted by V_de_derrota to desabafos [link] [comments]


2020.05.25 04:42 xxxcuzme cansada de ver m**** em casa durante a pandemia

ultimamente tenho estado muito estressada por causa disso, mas difícil não estar quando tudo parece estar se desfacelando
eu passei 1 mês em casa, 1 mês no meu namorado (tomando todos os cuidados possíveis, até pq tinha uma enfermeira - a irmã dele - orientando todos da casa pra tudo) e voltei pra casa tem 3 semanas. mal cheguei e vi minha mãe e o namorado dela com sintomas de covid e pensei "porra, era só o q faltava" e morri de preocupação. desde então venho ensinando tudo q aprendi lá em questão de higiene e vi que algumas coisas não eram praticadas (como não andar com o chinelo da rua em casa, tomar banho depois de chegar, separar roupas p lavar etc) e fui tentando incentivar a fazer. às vezes eu era delicada, às vezes grossa e focando q tem gente morrendo por causa dessa merda. fui levada a sério nos primeiros dias, mas depois os dois cagaram em mim.
só essa semana recebi QUATRO tios (uma q mora aqui perto e passa aqui direto, outro q mora em campo grande, uma q tá com câncer - mas precisava ficar aqui pra ir fazer uns exames - e um q veio de surpresa). tirando a minha tia doente, todos foram recebidos como se nada tivesse acontecido, tudo estivesse bem e ficaram papeando como se nada estivesse rolando. poderiam ter ligado e falado o q precisavam. da vontade de mandar tomar no cu. ainda sou obrigada a ouvir q faço minha mãe passar vergonha pq sou grossa. tenho q ser pra ver se esse povo se manca e sai daqui.
pra completar, o meu "padrasto" foi pra uma feijoada hj e ouvi da minha mãe q ela só não foi pq tava chovendo. bom senso faltou ne. fora as inúmeras vezes q ouvi que sou exagerada, não precisa de tanto cuidado e até que a fase de contágio já passou e eu poderia ir ver meu pai normalmente (ele tá terminando tratamento de tuberculose e tem acima de 50 anos, diabético e hipertenso)
olha sinceramente da vontade de mandar todo mundo pra casa do caralho viu, é um desdém enorme com a vida alheia. sinto falta de ver minha família (um pouco), de sair, da minha rotina, meu namorado e também tô sofrendo como quase todo mundo. porra, não fode. respeita os outros. tenha empatia. daqui a pouco a gente vira o maior país com casos no mundo por causa (não só) desse tipo de comportamento, dessa falta de noção. sério, é de dar desgosto.
obrigada a quem chegou aqui
submitted by xxxcuzme to desabafos [link] [comments]


2020.05.17 03:27 LizianeS2 aprender novamente...

hoje eu vi algo que eu apenas pensava que era coisa da minha cabeça. estou namorando a 4 anos e em 2 desses 4 anos eu e o meu namorado moramos juntos, somos apesar dos conflitos do dia a dia felizes juntos só que por me relacionar com 1 único homem desde os meus 14 anos eu tinha muito aprender, pois pelo meu namorado ser 6 anos mais velho que eu, eu o via como pessoa muito legl porem ele acabou me fazendo me afastar de todos os meus amigos inclusive mulheres, no começo achava tudo isso normal por isso nunca fiz nada para impedir isso. um erro meu é claro porem era jovem e eu realmente pensava que para ter um relacionamento feliz tinha que abrir mão de minhas amizades. Hoje vejo que isso é uma grande bobagem, que para ter um relacionamento feliz ele tem que ser saudavel. porem para que eu tenha chegado nesse tipo de pensamento tive que passar por um grande processo em minha vida. DEPRESSÃO, na época eu não via isso como depressão ate pq eu me via como uma pessoa que apenas estava com pequenos problemas na minha vida, não que eu nao acredite que depressão é uma doença seria, muito pelo contrario, porem eu nunca conseguia me ver como uma pessoa que tinha depressão, eu sempre via a depressão em outra pessoa menos em mim porem ela me prejudicou bastante abandonei a escola e cheguei ao ponto de simplesmente acorda e ficar olhando para o teto ate o sono chegar novamente. consegue acreditar que eu fiquei ate 15 dias sem tomar banho?! pois é, eu não consigo me imaginar assim porem aconteceu e eu só conseguir me "livrar" pois tive um pensamento que por mais estranho que foi, me ajudou a sair da depressão, eu pensei, " é liziane, vc quer morrer mas nem se matar vc consegue, é inutil até para isso então oque resta é voce torcer para que alguem te atropele ou te de um tiro, e para que isso aconteça vc tem que sair desta cama, é bom e aproveita e tenta nao ser um estorvo para ninguem, ninguem aguenta mais vc, entao fassa as coisas que vc tem que fazer." (ser dona de casa) e por mais triste que isso possa ser eu decidi que iria fingir assim todos parariam de pergunta qual era o problema, coisa que eu não sabia responder. e de tanto fingir hoje eu sou feliz de vdd, hj eu realmente me amo e não existe pessoa mais incrivel que eu tomei as rédias de minha vida, conversei com meu namorado e hoje ele vê o quanto errou comigo e por mais dificil de acreditar, ele mudou completamente, claro que não foi de um dia para o outro porem foi algo que foi trabalhado aos poucos, do homen machista, álcoolatra e traidor, ele se tornou um homem que não bebe mais álcool, bom pelo menos não como antes, e se tornou amoroso e dividimos tudo por igual nas tarefas de casa e fora dela tbm. meu único problema agora é aprender a me socializar novamente com as pessoas, esse dom eu perdi totalmente e por mais feliz que eu estou e por mais idiota que possa pareçer a unica coisa que sinto que falta em minha vida é uma amiga para quem eu ainda possa falar mal do marido (maus de casado) sinto que os amigos do meu marido são apenas amigos dele, claro que nos respeitamos e temos assuntos em comum mais eu gostaria muito de poder dizer que eu tenho uma amiga que cv comigo por gostar de minha pessoa, e não amigos que apenas sao meus amigos pq meu namorado é amigo deles.

desculpem os erros ortográficos. e desculpa por ser muito longo tenho o mal de querer sempre colocar contexto nas coisas. obg por ler até aqui.
submitted by LizianeS2 to desabafos [link] [comments]


2020.05.03 00:50 nenufares Apenas um desabafo qualquer

Oi, eu nem sei como começar isso, sinto que cheguei ao meu limite e não consigo aguentar mais sem falar com ninguém. Não é por falta de amigos (posso ter poucos mas eles são incríveis), é por minha causa mesmo. Sou do tipo de pessoa que quer parecer ter a vida perfeita, que quer ser exemplo para as outras pessoas, e isso faz com que eu esconda meus problemas. Não sei bem quando tudo começou, meus amigos me viam como alguém feliz e alegre então decidiram pedir ajuda para mim quando tinham algum problema, e assim se formou minha imagem: uma pessoa sem problemas que esta sempre feliz com a vida e que pode te ajudar. Eu nunca reclamei disso (até porque eu gosto de ajudar quem precisa, principalmente meus amigos), o problema é que essa imagem se consolidou e eu não tenho coragem de quebra-la.
As vezes quando eu to triste por causa dos meus problemas eu fico puta ''Por que você esta chorando por causa disso?? Tem muita gente passando por coisa muito pior'', e dai eu fico puta mais uma vez ''Pessoas passarem por algo pior não anula a dor que eu estou sentindo''. Talvez esse seja mais uma motivo para eu não contar para os outros sobre os meus problemas, sinto que eles vão virar para mim e dizer que não é nada, que é só drama. A verdade é que eu gostaria de explodir a minha mente. Eu odeio como ela consegue acabar comigo e me impedir de fazer o que eu quero. Eu quero desabafar com os meus amigos porra. Mas ela não deixa. Eu não sei nem se eu vou postar isso, tenho certeza que quando eu terminar de escrever minha mente vai me forçar a fechar o site e desistir disso.
Eu passei a vida toda com a minha mãe, sem meu pai, avôs, avós, tios, tias, nada, só minha mãe. E por mais que eu amasse ela eu só queria uma família normal, como meus amigos tinham. Eu passei minha infância toda pedindo pra Deus que meu pai voltasse com minha mãe, para assim ter pelo menos uma parte de uma família normal. Quando eu tinha uns nove anos minha mãe arranjou um namorado, eu achei aquilo um absurdo, como minha mãe poderia estar com alguém que não é meu pai? Foi uma época muito difícil, eu fiquei dois meses sem falar com ela (quer dizer, eu falava, mas só o básico), eu tratava os dois super mal, foi a época em que eu comecei a falar palavrão porque eu xingava a minha mãe na cara dela, enfim foi muito difícil. Ele traiu ela, e por mais que eu tenha ficado puta porque minha mãe claramente estava triste, eu fiquei feliz. Um tempo passou e do nada meus pais falaram que iam voltar. Eu fiquei em choque. Eu desejei isso por tanto tempo, mas por que eu não to feliz? Eu fiquei muito confusa, eu me sentia como se tivesse perdido minha mãe. Naquela noite eu pedi para Deus que eles se separassem, que desistissem disso, e bom um mês depois la estava meu pai dizendo que recebeu uma proposta de emprego em outra cidade e que por isso estava indo embora. Eu pensei ''finalmente serei apenas eu e minha mãe de novo'' até ver minha mãe chorando. Aquela foi a pior cena que eu já vi na minha vida. E foi naquela hora que eu percebi o quão egoísta eu era. Naquela noite eu desejei para Deus que meu pai ficasse e prometi que nunca mais iria e intrometer na vida deles. Uma semana depois meu pai foi embora, e eu me sentia um lixo. Mas não durou muito, dois dias se passaram e la estava meu pai falando que o emprego não deu certo. O tempo foi passando e eu fui me acostumando com os meus pais juntos. Nos mudamos para uma casa (já que como eram só eu e minha mãe nós morávamos em um apartamento minúsculo), e bem tudo estava muito bom, até que eu vi quem meu pai era. Antes eu quase não via meu pai, nós morávamos em diferentes estados e só nos víamos uma vez ao ano, e era sempre a mesma coisa: ''Que saudade, como ta a escola? Ta tudo certinho? Que saudades que eu tava de você...''. Pra mim ele era um completo estranho, mas que eu amava (apenas por ser meu pai). Mas quando nos mudamos eu vi quem ele era, um homem egoísta, idiota e babaca. Ele só pensa nele mesmo e não se importa com os sentimentos dos outros. Eu sei que briga de casal é normal, acontece que eu não consigo imaginar que ocorram esses tipo de briga nas casas dos meus amigos. Acho que a pior briga foi quando meu pai virou para minha mãe e disse que não amava ela e que só estavam juntos porque ele não tinha dinheiro.
Eu odeio meu pai, e não acredito que gastei minha infância toda pedindo ele de volta, não acredito que tratei minha mãe como lixo quando ela estava com alguém que pelo menos vazia ela feliz (claro que depois quando ele a traiu nós vimos que era um fdp). Quis desabafar porque como disse no começo meus amigos me vêem como alguém perfeito, sem problemas e que tem a família ideal (eles conhecem meu pai como alguém super divertido e legal). É difícil escutar meus amigos falando que eu tenho a vida perfeita, e que queriam ser como eu, ou então que adoram meu pai. Minha vontade é de gritar. Bom é isso, me sinto um pouco melhor de botar tudo para fora.
submitted by nenufares to desabafos [link] [comments]


2020.04.29 20:32 sukinhu0 família ;-;

eu creio q eu nunca vou ter um relacionamento bom com os meus pais. Eu tento entender o ponto de vista deles, que eles querem me proteger,querem me dar uma educação boa e tals, mas parece q eles esquecem q eu tenho 16 anos e por isso quase ñ tenho mt liberdade pra fazer as coisas(como namorar ou sair mais com os meus amigos) eles deixam eu sair mas sinto q eles ñ confiam o suficiente em mim. Eu percebi q em relação a namoro eles ñ me autorizam por questão de como os familiares vão reagir tipo "nossa ela é tão nova e já tá namorando"(na minha família, por parte de pai, as minhas primas ainda ñ tem namorado e elas já tem uma certa idade; meus pais falam q é pra eu seguir o exemplo delas, mas isso vai de cada um, se elas querem ou ñ namorar) e eu sou diferente delas, ninguém é igual a ninguém. Meu pai fala de exemplos, mas eu vejo q ele ñ dá um "bom exemplo", às vezes ele grita com a minha mãe, fica falando palavrão,responde tbm e dps me julgam por eu fazer essas coisas(de quem será né?). Enfim, eu ñ concordo totalmente com eles em certas partes e eu vejo q por essa falta de liberdade q eu tenho, me faz fazer as coisas q eu faço(tipo namorar escondido), eles já descobriram e eu até já pedi pra eles me deixarem namorar mas por causa dos estudos e dos "exemplos de família" q eu tenho q seguir, eles ñ deixam. Bom,quis compartilhar isso e desabafar pq eu ñ aguento ficar guardando essas coisas dentro de mim e quanto eu mais eu guardo, isso mais me consome, é foda. ;-;
submitted by sukinhu0 to desabafos [link] [comments]


2020.04.12 07:02 borges961 Não estou tão bem quanto achei que estaria

Eu e minha ex namorada terminamos nosso namoro de 4 anos e meio faz mais ou menos um mês... Ela disse que eu era o melhor amigo dela e por isso não queria se distanciar de mim, e queria manter a amizade, afinal, antes de a gente namorar nos ja éramos melhores amigos. Porém me conhecendo eu sabia que seria muito mais difícil do que eu ja esperava... Estou no quarto ano da faculdade e digamos que ela me ajudou muito a superar meu primeiro ano... foi um período bem complicado pra mim, mas ela me ajudou a superar. Nosso namoro sempre foi muito bom, obviamente em alguns momentos tivemos desentendimentos, mas sempre superamos e seguiamos firme e fortes, até q ela me disse q ultimamente pareciamos mais amigos do que namorados... e pra mim isso pareceu uma bomba... afinal, amizade é importante dentro de um namoro... Enfim, o ponto que eu quero chegar é que ela disse não querer se distanciar e manter a amizade, mas se eu achasse melhor ficar sem conversar por um tempo pra ajudar a superar, ela entenderia. Eu resolvi continuar conversando pois sei que simplesmente parar de falar com ela seria o pior, mas ela foi falando cada vez menos comigo... Quando perguntei pra ela o pq disso, ela me disse que achou que seria o melhor pra mim, pois ela não queria me dar falsas esperanças... mas poxa... eu falei que o melhor pra mim seria continuar conversando e ela tinha concordado, até pq ela disse preferir assim... Não converso com ela faz 3 semanas e sinto uma saudade enorme... Não consigo jogar video game pq era algo q faziamos muito juntos e fico triste jogando... Não tenho vontade de conversar com mais pessoas pq me sinto entediado e o papo com ela sempre fluiu muito bem. Enfim... ta sendo muito pior do que eu esperava. Vou me dar ao luxo de escrever aqui algo que gostariade mandar pra ela.
Você nunca vai ler isso... vc nunca se interessou pelo Reddit mesmo, mas saiba que você é uma pessoa incrível e que eu tenho muito orgulho de quem você é. É de longe a pessoa mais carinhosa e mais inteligente que eu tive o prazer de conhecer. Nunca vou ter nenhum ressentimento por você... muito pelo contrário, te admiro muito, e você merece tudo de bom que tem acontecido na sua vida ultimamente. Eu ainda te amo, e não sei quando vou deixar de amar. sinto sua falta
submitted by borges961 to desabafos [link] [comments]


2020.02.18 03:43 ShortBluebird Meu namorado é muito sonso e isso me tortura.

Pfvr tentem ser gentis pq esse assunto é muito delicado pra mim. To sendo infantil? Quase certeza que sim, mas quero ajuda para parar de ser.
Eu (19) e meu namorado nos conhecemos no cursinho e durante os primeiros meses, não sentavamos juntos. Ele tinha um grupinho dele e posteriormente brigou feio com uma das amigas dele, então começou a sentar todo santo dia com uma amiga nova. (Detalhe: ele tem uma melhor amiga ~mulher~ que não me incomoda nem um pouco, o problema é com essa em especial)
Nessa mesma época, eu senti ele muito distante. Ele quase não falava comigo e quando estavamos juntos, era inevitável não comparar o quanto ele ria/conversava com essa amiga nova. Até os professores chamavam a atenção deles constantemente e eles simplesmente não paravam de conversar. Sério, tiravam assunto do cu. Pensei seriamente em terminar pq era horrível namorar uma pessoa distante e que interage MUITO melhor com os outros.
Ela mandava mensagens tirando dúvida de estudos, e eu não ligava, até ela começar a mandar foto do rosto e começar a ter conversas mais frequentes.
Ele mudou de lugar e começou a sentar comigo, mas certo dia ela senta do lado dele (cmg do lado) e fala "ah fulaninho, faz tanto tempo que eu não encho seu saco". Não aguentei e mudei de lugar. Sentei sozinha.
Meu namorado sabe desde o começo que eu me sinto insegura em relação a ela. Eu sempre comentava das coisas que ela fazia e eu não gostava, mas ele NUNCA comentou nada com ela e nem mudou de comportamento.
Realmente, eles são só amigos, mas peguei tanta raiva por eu ficar angustiada e me sentindo sozinha enquanto ele simplesmente não fazia nada pra me ajudar que não sei mais como lidar com isso.
Ontem a gente conversou, eu pedi pra que ele conversasse com outros amigos antes dela caso falar com a abençoada não fosse realmente necessário (tipo vestibulares) e que diminuísse o tom fofo nas conversas com ela (tipo "ah muito obrigada, é sempre bom ter alguém pra me ouvir). Ele disse que se sentia controlado, e eu não tiro a razão dele. Sinto q passei dos limites, mas eu simplesmente não aguento mais ficar falando toda santa semana "olha, eu me sinto insegura e triste quando tal coisa acontece" sem ele fazer NADA. Muito pelo contrario, continua indo atrás dela pra falar de assuntos aleatórios SABENDO q isso é um gatilho pra minha insegurança.
Eu definitivamente não odeio essa menina. Seria muito amiga dela, ela parece ser muito gente boa MAS eu não aguento mais esse namorado q não toma uma atitude pra me poupar enquanto eu poupo ele de várias coisas.
Exemplo: Um menino que eu conheci antes dele apareceu se declarando pra mim pelo wpp e eu evito mandar mensagens pra ele. Respondo o básico quando ele vem falar comigo. Reconheço que a situação é diferente, mas tanto esse cara quanto aquela mina despertam ciúmes na gente, então eu fico pensando que o mínimo que ele poderia fazer é evitar despertar ciúmes em mim, tento em vista que eu já deixei CLARISSIMO trocentas zilhoes de vezes que eu to tentando lidar com isso, mas que ainda me sinto mal.
O que devo fazer? Tenho medo das coisas pioraram esse ano, de não aguentar ver os dois pegando mais intimidade ainda no cursinho e atrapalhar meus estudos por falta de controle.
Antes de me mandarem ir pra terapia por ser doida, saibam que eu já vou. Tem me ajudado muito com a questão da inseguranca, mas ainda temos uma jornada longa.
submitted by ShortBluebird to desabafos [link] [comments]


2020.01.09 03:21 dns-silva Eu queria meu amigo de volta

Sabe quando uma pessoa, que há algum tempo era tua metade, teu amigo pra tudo, aquela pessoa que fazia teu dia melhor e menos pesado, do nada, vira um estranho? Bom, como que eu vou explicar mais ou menos isso? Vamos lá. Eu tinha um amigo, há uns 2 ou 3 anos atrás, com quem passei boa parte do tempo convivendo. Olhando assim, eu acho que o meu eu de 7 anos atrás nunca diria que seríamos amigos. Éramos diferentes em tudo. Gostos, "classe social", hobbies, grupo de amigos e etc. Um belo dia comecei a conversar com ele sobre alguns filmes que gostava, e achamos coisas em comum nisso. Ele me indicou filmes e séries, e eu fiz o mesmo, e desde então, eu e ele sempre tínhamos muito assunto para conversar. Animes eram o ápice da conversa, e ele sempre me falava sobre One Piece e o quanto o anime ficava bom no 653° episódio. Isso tudo em 2014. Eu havia perdido meu pai em 2011, e meio que acho que nunca superei esta perda. Em 2014 eu encontrei uma caixa aqui em casa, com fotos, anotações e etc que pertenciam ao meu pai. Desde esse dia eu fiquei muito tocado e passava o dia quase inteiro pensando nele. Meu pai era um homem muito bom pra mim e eu tenho certeza que se hoje ele fosse vivo, estaria orgulhoso do filho. Nessa época eu estava descobrindo minha sexualidade, mas meio que tinha muita vergonha de assumir ser gay no meu círculo de amigos e isso ser motivo de piada e chacota. Esse meu amigo não, um dia resolvi contar para ele e a reação dele foi de me apoiar, e de dizer que ficava feliz por eu ter finalmente me encontrado. Ele sempre foi um cara muito bom. A gente passou 2 bons anos convivendo todo santo dia no colegial. E por mais que a gente não fosse tão igual, ele sempre fazia questão de me incluir em todas as saídas da turma dele, de me enturmar e fazer eu ter mais amigos e ser menos antissocial. Minha família não tem muito dinheiro, e as vezes ele me emprestava dinheiro para ir ao paintball ou cinema com o pessoal. Eu falava com ele sobre absolutamente tudo. E ele me ouvia e me entendia. Nem sempre tinha uma resposta pronta pra me dar, mas sempre me dava conselhos que eu sei que eram pro meu bem. Ele também sempre me confiou muitos segredos, e eu sempre fui 100% sincero com ele em tudo. Um dia, em 2015, ele começou a namorar uma garota da turma. De início tudo mil maravilhas, a dupla virou trio e eu virei vela, mas nem me importava, eu agora tinha dois melhores amigos. Eu nunca havia falado pra namorada dele sobre minha orientação sexual, por vergonha, mas um dia, em uma brincadeira, ela me perguntou e eu falei sobre ela. Ela achou legal, disse que sempre quis ter um amigo gay. Só que dá água pro vinho, em questão de semanas, ela começou a mudar comigo. Me ignorava, falava coisas ruins sobre mim, sobre eu querer roubar o namorado dela e dizer que eu gostava dele. Eu nunca gostei desse meu amigo em relação amorosa. Ele sempre foi como um irmão pra mim. Foi quando chegou o momento que eu mais temia, ela praticamente fez ele escolher entre o amigo e a namorada. Ele, óbvio, escolheu ela, mesmo dizendo que não faria essa escolha. A gente quase não se falava tanto quanto antes, ele se estressava comigo mais fácil e eu acabei entrando em uma depressão. Voltei a ser um cara introvertido e calado. Não saía mais com a turma, não participava das rodas de conversa, tudo por que eu sentia o olhar ruim da menina que ele namorava sob mim, e as vezes ouvia as coisas que ela falava sobre mim pros outros. Quando o ensino médio acabou e fomos pra faculdade, nós nos distanciamos, eu e meu amigo, e consequentemente eu e a tal namorada dele. Estamos na mesma faculdade eu e ele, mas em cursos e turnos diferentes. Eu as vezes vejo ele no corredor, ou passando por algum auditório. Eu as vezes vejo as postagens do casal no insta dele. Mas faz tanto tempo. Isso tudo eu passei em 2016, e de lá pra cá eu tenho estado tão sozinho que só agora me deparei com a nova "imagem" que minha mente criou dele. Olhando fotos antigas, me pergunto se realmente aquilo tudo foi real, e eu um dia tive um melhor amigo. Eu acho muito bonito, sabe? Duas pessoas, independente do sexo, serem amigas a ponto de poder contar com aquela pessoa para o que der e vier. Eu queria muito poder um dia conversar com ele de novo. Falar sobre como eu me sinto, mas isso é quase impossível. Ele agora trabalha , tem uma rotina corrida e os velhos amigos da turma são os únicos amigos do passado com quem ele ainda sai, visita, conversa. Soube que até tem um grupo no whatsapp. As vezes eu acho que eu não existi ali naquele meio. Não sei se realmente me importo, mas é como se eles tivessem me apagado da memória. E o que mais me dói, é que eu sinto que ele também me esqueceu. Lucas, se um dia tu ler esse relato, eu queria dizer que sinto muito pelo que nossa antiga amizade se tornou. Talvez tenha sido minha culpa. Eu sinto muita, muita falta mesmo de ter alguém pra conversar as vezes. Eu tenho sonhado algumas noites com cenas daquele tempo. Com as vezes que eu chorei por causa de crises familiares e tu tava ali, do meu lado pra me dizer algo que me ajudasse . Eu não sei se um dia eu vou ter um melhor amigo de novo. Eu queria muito. Mas eu espero, de verdade, que tu esteja e seja muito feliz na tua vida toda. Bom gente, é isso, obrigado por me lerem.
submitted by dns-silva to desabafos [link] [comments]


2019.12.15 13:02 coracaopartido3 O meu coração dói todos os dias

Todos os dias eu penso nela e o meu coração dói, literalmente. Eu achava que o nosso amor era perfeito, conhecíamos um ao outro nas suas maiores profundezas, tanto psicologicamente quanto fisicamente. Não havia censura, eu dizia tudo aquilo que ia na minha cabeça e não me sentia julgado e ela também.
Ela disse que me amava e que ia terminar com o namorado mas nunca terminou, disse que não teve coragem, o namorado que trabalhava longe voltava a casa de 3 em 3 meses e permanecia durante 1 mês. Ela escapava para se encontrar comigo mas e era como se tivesse lâminas que me cortavam por dentro sempre que imaginava eles os dois na cama. Usei um monte de drogas diferentes para acalmar o sofrimento mas não resultou, de tão doloroso que era. Tentei acabar com ela mas voltei sempre, fui para a cama com outras mulheres mas ninguém era ela.
E eu me perguntava "porquê?". Se ela me amava e dizia que já não gostava dele, porquê é que ela não acabou com ele para sermos felizes juntos. Eu só encontrava uma justificativa: Dinheiro. Ele trabalhava fora e o salário dele era pelo menos 3x mais que o meu. Fiquei meio traumatizado com esse assunto do dinheiro, não parava de pensar nisso. Hoje em dia eu, uma pessoa que nunca ligou muito ao dinheiro, recebe quase tanto quanto o namorado dela num trabalho onde posso sentar o meu cu numa cadeira durante 6h e depois vou para casa e ao contrário dele não tenho que ir para o estrangeiro ficar chuva e sol numa obra mais do que 8h por dia. Aliás, ele só recebe mais dinheiro porque trabalha mais do que 8h.
Há uns meses usei MDMA e em vez de dançar a noite toda fiquei a pensar na vida, cheguei à conclusão de que o motivo pela qual ela não se separou dele não foi o dinheiro, foi porque ela tem um verdadeiro lar com ele e também porque ele a "resgatou" da separação dos pais dela e de todas as discussões, e levou para a casa dele. Agora tenho dois traumas: O dinheiro, e o facto de eu não ter um lar. Eu moro sozinho, afastei da minha família, sou só eu e nada posso fazer para mudar isso porque a minha família é totalmente disfuncional.
Ao fim de 3 anos, no fim da nossa relação, comecei a usar cocaína todos os dias. No início foi muito bom, até no trabalho o meu desempenho melhorou mas depois parece que deu alguma coisa em mim que fiquei com um ódio enorme dela. Ela começou a falar com outros homens do instagram, descobriu que o namorado andava a conversar com outra mulher e provavelmente fez outras coisas e mesmo assim não quis acabar com ele, apesar dela falar mal do namorado todos os dias por outras razões como ter ajudado a obter o empréstimo para uma casa do pai dela que foi à falência e de ter começado a mandar na casa. As nossas discussões ficaram cada vez piores e a cocaína me ajudou a ficar mais aceso, então decidimos acabar de forma amigável e voltar a falar 1 ano após.
Isso foi há 5 meses, ainda hoje penso nela todos os dias, ainda hoje só penso em ter mais e mais dinheiro e vestir coisas de marca para esfregar na cara dela, ainda hoje penso em bater nela sempre que lembro tudo o que ela me fez passar, ainda hoje me sinto um idiota autêntico por ter permitido que ela fizesse isso tudo comigo, ainda hoje quero contar tudo ao namorado e a todas as amigas para que toda a gente saiba quem ela é. Eu já tive algumas pessoas más na minha vida mas nunca tive alguém tão falsa quanto ela, que me tivesse feito sofrer tanto, eu nunca odiei tanto alguém na minha vida. Mas mesmo assim eu ainda sinto a falta dela, e o meu coração dói muito, não me consigo imaginar com mais nenhuma outra mulher.
Puta que pariu, quando é que este sofrimento vai parar? Quando é que eu a vou esquecer?
submitted by coracaopartido3 to desabafos [link] [comments]


2019.11.23 23:45 Guilher3010 Inveja + Não ter namorada + Virgindade + Emoção no controle + Ensino médio + Ignorância + Gestos/palavras obscenos(as) = A MERDA.

Esse seria o resumo mais definido possível sobre o que eu estou passando nas minhas últimas semanas e provavelmente vou sofrer mais. (a maldita romantização do sofrimento)
No segundo trimestre, decidiram que seria uma boa ideia mudar de sala de aula por que está começando a encher demais, e mudaram de sala para uma sala do segundo ano e como se não fosse o suficiente eu ficar longe de um grupo que eu participava (não exatamente longe, sempre sento na frente e estavam perto, só que ficou desorganizado), decidiram mudar de direção da própria sala, e agora eu sento numa cadeira tão ruim que definitivamente me sinto ofendido só de eu vir nesse lugar. (e obviamente o meu grupo estava perto, só que supondo que me "expulsaram")
Atualmente estou longe desse grupo e tento falar ou juntar de volta, mas só dá problemas e agora estou em um outro grupo que por sinal me acolhem e eu, como uma cabeça dura, tenho que voltar nesse grupo que me expulsaram por não saberem lidar eu mesmo só por terem medo de cuidarem um autista. (que sim, você vai dizer: AI GUI, DEVIA ESTAR NESSE GRUPINHO QUE TE ACOLHE TANTO E BLÁ BLÁ BLÁ...)
Como se não fosse o suficiente, eu fui dominado pela emoção e eu nem deixei ela dominar, é sério, olha as atrocidades que a emoção fez!
Agora já era, agora eu ganhei fama de o monstro da turma, perdi o respeito de muitas pessoas, quem sobreviveu a minha falta de respeito foram o grupo que me aceita e agora eu tenho vontade de mudar de escola, se não der, que eu mude de estado, ou país, ou em um planeta.
Agora é o fim de mim por que eu sou virgem, se eu não tivesse autismo, não estaria sendo macho beta ou algo do tipo, não estaria lendo livros, as sessões de psicologia seriam inúteis para mim, não estaria na virgindade, não estaria esperando, mas eu tenho que ter essa doença e nem consigo aceitar que eu sou autista, não consigo namorar uma menina por causa das exigências da vida, não consigo falar com as pessoas, não consigo controlar a minha raiva, não consigo curar a ansiedade, não consigo ser positivo, não consigo nada por eu ser agressivo demais e muito cabeça dura, ou seja, me fodi.
Bem, é só isso que eu quero falar, agora vou ficar preso nesse período de merda sem ser feliz nas férias e ainda tenho que vir em janeiro para ver as pessoas que eu estraguei.

Tchau pessoal, agora vou sair por que estou com raiva.

submitted by Guilher3010 to desabafos [link] [comments]


2019.10.13 06:22 desabafo00060606 Eu dei um tapa na minha namorada

Faz um mês e meio que terminamos por causa disso. Não culpo ela, mas sinto muito a falta de nós.
Basicamente em um rolê onde todos nós estávamos muito bêbados eu dei uma tapa na cara dela, Não me lembro direito o contexto, mas sinceramente não importa, só o que eu fiz. Imediatamente me arrependi (ela ficou furiosa e o casal que estava conosco nos separou) e não consegui processar o que fiz, puxei briga com uns caras aleatórios para simplesmente levar porrada, o que obviamente piorou. Quando voltei a mim estava com o homem do outro casal que estava com a gente que me tirou da briga e me falou para pedir um Uber e vazar pois os homens que eu tinha brigado estavam procurando por mim.
Cheguei em casa e tudo o que eu fiz pesou em mim, além do fato de que todas as minha coisas estavam na casa dela, pois era para eu dormir lá. Não aguentei, comecei a mandar um bando de mensagens para ela. Fui para lá, ela não queria abrir a porta, falava que esta com medo de mim e eu só queria pegar minhas coisas pra sumir da vida dela. Ela não abria, então fiz pior, toquei a campainha e acordei os pais dela.
Uma vez que eles abriram a porta, expliquei a situação toda e falei o que fiz, sem pestanejar, só queria pegar minhas coisas e ir embora. Eles foram incrivelmente simpáticos, falaram que isso era fora de mim e que era melhor eu me acalmar, não me deixaram ir embora pois estava bêbado e queria dirigir. Tive que dormir no quarto de hóspedes, tentei fugir duas vezes mas o pai dela sempre me impediu, fiquei conversando com ele até finalmente desabar de sono as 5 da manhã.
Acordo com ela ao pé da cama, já distante. Não me lembro muito do que eu falei, ainda muito confuso com o que eu fiz, não compreendia. Ela falou para dar a ela uma semana para pensar. Eu não aguentava um segundo com aquela angústia. Enquanto conversávamos no quarto de hóspedes a mãe dela vivia trazendo café da manhã para nos "acalmar".
Chegou o ponto onde eu desisti, nenhuma desculpa iria dar. Fui embora, pedi desculpas aos pais dela e agradeci. Beijei ela na bochecha, declarei que eu a amava e fui embora, foi a última vez que nos vimos, ela terminou por texto no dia seguinte.
_
Depois foi um mês extremamente perturbado. Tanto por ter terminado tão subitamente, quando tudo estava ótimo entre nós dois, quanto ter que lidar com o que eu fiz. Eu imaginava de tudo que o pior de mim poderia fazer, menos aquilo.
Esse foi um mês de negação, o aniversário dela foi na outra semana e mandei parabéns. Eu tinha tantos planos de o que fazer na festa dela, e agora eu era apenas um estranho.
Nas outras semanas foi mais confuso ainda, nós conversamos por telefone e ela falou que eu fui o melhor namorado dela, que ela me perdoava, e que não me considerava uma pessoa ruim pelo que fiz, que eu apenas preciso trabalhar nos meus problemas mentais, o que sinceramente era muito correto. Eu falei o quanto eu queria tentar de novo, mostrar para ela o melhor de mim, e faze-la o tão feliz quanto ela me fez, ela disse que não queria me dar esperanças.
Mas toda essa conversa me piorou, aumentou minha negação de que ela tinha escolhido ir sem mim. Tudo piorou quando eu vi ela no Tinder.
Eu não a culpo por estar lá, afinal foi por Tinder que nos encontramos, e eu estava lá também, tentando superar. Mas isso matou qualquer esperança que eu tinha, e em uma semana eu entrei em contato com ela de novo, apesar dela ter dito no último contato que era melhor nós cortarmos contatos pois era difícil lidar. Eu não conseguia acreditar que uma pessoa que me amou tanto poderia superar tão fácil, me senti humilhado, como se tudo o que nós tivéssemos feito antes não valiam nada. Nossas viagens, nossas declarações.
Eventualmente ela respondeu as minhas declarações de amor, e a resposta foi essa:
>" Eu honestamente não soube oq responder na hora. Fico triste que não demos certo, pois tivemos momentos muito especiais. Eles vão ficar guardados pra sempre. Eu não guardo rancor, não acho que seja uma pessoa ruim pelo oq fez. Infelizmente, não tenho vontade de ter mais relações, acho que pra mim é melhor assim. Inclusive não se ver me ajuda, pq foi difícil lidar com o ocorrido. Mas agradeço tudo oq já fez e disse. Acredito muito em você. "
Foi aí quando percebi que era melhor me afastar. Melhor para mim e para ela. Eu machuquei ela muito e ela não quis me perdoar, não importa o quanto eu esteja fazendo terapia agora e quanto esteja mudando. Ela resolveu que o futuro sem mim era melhor. Mandei outra mensagem longa de adeus, essa ela não respondeu. Depois disso apaguei o número dela, para nem correr o risco de falar algo.
Hoje fazem duas semanas sem contato, espero que ela esteja bem.
_
Sinceramente, eu não sei o que eu quero postando nesse sub. Tenho apoio dos familiares, e todos concordam que o que eu fiz foi hediondo, mas não me limita a uma pessoa ruim, agora é a hora de melhorar. Talvez publicizar essa merda que eu fiz não seja a melhor ideia, já que o texto tem detalhes o bastante para talvez me rastrear.
O que talvez eu queira dizer é: cuidem da sua saúde mental.
Quando ela sair de controle pode acontecer o pior. A gente acha que só nós que nos machucamos mas podemos ferir as pessoas que mais amamos também. E perdê-las no processo.
E você recupera eventualmente, não é o fim. Mas ter que carregar o fardo de que uma ótima relação acabou por culpa do babaca fora de si que você foi é algo difícil. Procurem ajuda.
submitted by desabafo00060606 to desabafos [link] [comments]


2019.10.01 05:44 Enigma_Machine1 Não aceito menos que a perfeição em mim mesmo

Eu sempre me cobrei demais em todas as áreas da minha vida. Como estudo e trabalho, sou constantemente avaliado. No meu trabalho eu literalmente ganho pela qualidade do meu serviço, em um sistema baseado em notas. Sempre que vou mal em algum dos dois, eu me cobro demais. Penso que falhei e que isso é inaceitável. Ultimamente, ao menos, tenho ido bem no trabalho e nos estudos, mesmo relutando muito em aceitar que as vezes sou bom no que eu faço. Eu sempre associei falar dos meus "feitos" como um sinal de arrogância, então quase sempre guardo situações pessoais positivas pra mim mesmo.
O problema é que essa postura inflexível está ficando cada vez mais evidente em outras áreas da minha vida. Está atrapalhando demais o meu namoro e parece ser um problema "bola de neve". Eu me coloco na posição de querer ser sempre 100% o tempo todo pra minha namorada. Não gosto da ideia de que nada falte pra ela em termos de amor, amizade, prazer, relaxamento... Tudo. E por conta disso acabei criando muito ciúme em cima disso. De amigos, situações, esse tipo de coisa. Na minha cabeça, se ela se diverte com outras pessoas, é pq eu não consegui prover isso pra ela de alguma forma. Eu me cobro demais por isso e fico cada vez pior. Eu entendo que isso é um grande egoísmo da minha parte, pois também me considero alguém que adora atenção, então não gosto de "dividir" a atenção dela com outras pessoas.
Também acabo me comparando aos outros toda hora, inclusive com ex-namorados. Morro de medo de ser "menos" do que eles foram e de que ela só esteja comigo por falta de opção melhor (mesmo que tudo indique que não é esse o caso - nunca falei dessa parte pra ela por considerar algo meio patético, mas eu faço essas comparações quase que involuntariamente). Acabo me cobrando demais por isso também. Tenho um pensamento muito extremo de que quero ser o melhor pra ela e nada menor do que isso é aceitável. Essa auto-cobrança tem me feito muito mal ultimamente e, sinceramente, não sei o que fazer pra mudar isso. Eu gostaria de mudar, mas não tenho as ferramentas.
Marquei uma consulta com psicólogo, mas sou tão cabeça-dura que imagino que vou relutar muito em ouvir o que ele diz. Sinto que estou preso em um ciclo vicioso e tóxico de pensamentos: crio expectativas irreais sobre mim; eventualmente a expectativa não é correspondida; eu sinto que falhei e me cobro até a exaustão por isso; eu procuro tentar ainda mais pra que a expectativa seja correspondida numa próxima vez - as vezes ela até pode ser, mas o esforço que eu faço me esgota; eu me comparo com os outros e tenho dificuldade em enxergar as minhas qualidades, só foco nos meus defeitos e tenho dificuldade em confiar no que a minha namorada diz sobre mim (tudo coisa da minha cabeça, claro, mas não sei quebrar esse ciclo). Tudo isso aliado a um egocentrismo. Tudo isso tem me corroído de dentro pra fora.
submitted by Enigma_Machine1 to desabafos [link] [comments]


EX- NAMORADA DO MC JOTTAPÊ EXPÕE + FIM DO NAMORO 3 Segredos para o seu Amor te dar Mais Atenção ELE(A) GOSTA MAIS DE MIM OU DELA(E)? TARÔ RESPONDE Mulher Casada Pode Sentir Desejo Por Outro ?! - Celia Corrêa Sentir Sua Falta  Tsoah A MAIS FEIA DA TURMA SINTO FALTA DESSE AMOR MENDIGAR CARINHO POR FALTA DE ATENÇÃO Dois a um - Sinto falta desse amor

Meu namoro é recente, e eu já sinto falta de algumas ...

  1. EX- NAMORADA DO MC JOTTAPÊ EXPÕE + FIM DO NAMORO
  2. 3 Segredos para o seu Amor te dar Mais Atenção
  3. ELE(A) GOSTA MAIS DE MIM OU DELA(E)? TARÔ RESPONDE
  4. Mulher Casada Pode Sentir Desejo Por Outro ?! - Celia Corrêa
  5. Sentir Sua Falta Tsoah
  6. A MAIS FEIA DA TURMA
  7. SINTO FALTA DESSE AMOR
  8. MENDIGAR CARINHO POR FALTA DE ATENÇÃO
  9. Dois a um - Sinto falta desse amor

Neste vídeo falaremos um pouco sobre líbido e a importância de manter o diálogo amigo e companheiro com seu parceiro, namorado ou marido. Adquira meu livro agora mesmo Versão digital https ... Devo investir, insistir com esta pessoa? Vale a pena ? +55 11 97131-1925 - Duration: 47:33. Mariah Sol Baralho Cigano e Tarô 71,598 views Minhas lindas, hoje eu vim 3 Segredos para o seu Amor te dar Mais Atenção. Vem comigo! :) Já viu o vídeo '3 Segredos para Acabar com os Joguinhos Emocionais'... Não se esqueça de deixar um like e um comentário, isso me ajuda demais! ... EU ERA MUITO EXCLUÍDA NA ESCOLA, COMO LIDAVA? ... MAS O CRUSH DIZ QUE SOU. PQ ME SINTO ASSIM? - Duration: 10:49. ... Como é possível te esquecer se tudo em mim tem um pouco de você e eu não quero mais ter que viver só de lembrar do nosso amor. oh oh oh Quantas vezes quis te esquecer mas denovo em minha ... Não existe amor quando apenas um ama, não fique em um relacionamento onde você precisa insistir todos os dias e não recebe o carinho que verdadeiramente merece, valorize-se. Eu sinto a sua falta, mas isso não quer dizer que eu lamente. Eu sinto que você não está mais ao meu lado. Eu sinto sua falta, pelo simples motivo de que o espaço que você construiu, estar ... acabei de ver o stories da ex do mc jottape e meu deus do céu eu sinto a dor dela, ta perceptível o quanto ela está mal, ingratidão e falta de reciprocidade em um relacionamento é a pior ... SINTO FALTA DESSE AMOR Como é possível te esquecer Se tudo em mim Tem um pouco de você E eu não quero mais ter que viver Só de lembrar do nosso amor. Oh oh oh Quantas vezes quis te esquecer ...